Arquivos para a ‘Mídia’ Categoria

Prime Interway – Sinônimo de Prosperidade

Em um ano pródigo em desastres naturais, com tsunamis e terremotos violentos, o mês abre com mais um cataclisma afetando drasticamente os negócios no setor de tecnologia. Dessa vez, são as enchentes na Tailândia, onde se concentra a produção de discos rígidos de fabricantes como Seagate, Toshiba e Western Digital – as duas últimas fecharam temporariamente suas plantas no país. Somadas, Seagate e WD respondem por mais de 75% do mercado mundial e quase 60% dos HDs da WD são fabricados naquele país. Além do aumento de preço, a perspectiva de encolhimento de 25% na oferta mundial de discos rígidos em 2012 deixou fabricantes e consumidores de cabelo em pé, afetando a produção de notebooks e desktops para atendimento da demanda nos três primeiros meses do ano – principalmente no Brasil, um dos últimos na fila do fornecimento.

Entretanto, como as estimativas do Gartner para gastos de TI e Telecom no País alcançam 144 bilhões de dólares em 2012 e o ritmo de expansão do mercado por aqui só foi superado pela China e pela Índia, o Brasil se mantém na mira de investimentos mundiais. De acordo com o instituto, só no setor corporativo serão gastos 65 bilhões de dólares, graças à indústria local em alta no momento em que a recessão assola os mercados centrais. O setor financeiro, por exemplo, deve despender quase 10 bilhões de dólares, 8,8% mais que em 2011, e espera-se enorme impulso do segmento de comunicação e mídia, que deve se expandir 9,1% ao ano até 2015 com o impulso dos eventos mundiais.

Entre as que colocam mais foco no Brasil estão IBM, Cisco e CA. A Big Blue, em 2011, completou 100 anos e viu seu valor de mercado, 214 bilhões de dólares, ultrapassar o da Microsoft, 213,2 bilhões de dólares, pela primeira vez desde 1996 (a Apple continua na frente, com 362 bilhões de dólares, o que pode indicar que o setor de TI está deixando a área de computadores pessoais em segundo plano, voltando o foco para outras plataformas, como smartphones, tablets e na computação em nuvem). Colocando o Brasil na roda de seus grandes eventos mundiais, a gigante azul traz para cá sua próxima CEO, Virginia Rometty, para discutir cidades digitais, um de seus principais objetivos estratégicos atualmente.

A América Latina – Brasil à frente – está na mira da CA e da Cisco. A CA anuncia sua nova estrutura mundial de canais, que entra em operação a partir de 2012, e aposta em características e benefícios específicos para cada tipo de parceiro, além do fortalecimento de capacitação técnica e comercial. A empresa indica que o continente serviu como referência para parte das transformações, levando às práticas globais modelos já adotados regionalmente. A Cisco, por sua vez, insere a região em sua unidade Américas, o que rende escalabilidade, com maior disponibilidade de recursos e conhecimentos para apoiar as equipes, os canais e os clientes locais. Até a rede varejista norte-americana Best Buy mira o mercado e, por meio de joint venture com a Carphone e a Five Star, avalia a chegada via parceiras locais.

Outro movimento marcante é apontado pela KPMG: o das consolidações (fusões e aquisições). O mercado brasileiro bate novo recorde nesta área. Foram 606 operações entre janeiro e setembro de 2011, 14% mais que no mesmo período do ano passado; 66 delas envolvendo o setor de TI, normalmente líder da lista – neste mercado, onde há grande necessidade de capital de giro, o que leva uma empresa a buscar este movimento é a necessidade de capital para investir em desenvolvimento ou conseguir maior escala.

Um dos exemplos é o da Prime Technologies. Depois de trocar a postura de integradora pela de VAD de automação e ver o faturamento saltar de 38 para 100 milhões de reais em dois anos, compra a Interway, nascida em 2001. O movimento trará à nova Prime Interway faturamento superior a 200 milhões de reais ainda em 2011. havia apenas 1% de intersecção dos negócios com canais das duas companhias, o que facilita a integração dos sistemas de ofertas. “Pescávamos em lagos diferentes. Vamos continuar fazendo isso, cada um em sua área de expertise, mas aos poucos vamos integrar tudo”, afirmou o CEO da Prime Interway, Henrique Castro, até então presidente da Prime. Com a união, as empresas passam a ter mais de um mil canais ativos.

Fonte: Revista CRN

Capa da revista CRN – 2º Quinzena de novembro de 2011 Nº 333

Entrevista exclusiva com Marco Castro e Henrique Castro falando sobre a aquisição Prime Interway – Investimentos e Negócios

Prime Technologies adquire Interway do Brasil – CRN

Henrique Castro e Marco Castro, respectivamente CEO e presidente do conselho executivo da recém-criada Prime Interway

Sob o clima de suspense e festa, o presidente da Prime Technologies anunciou a aquisição da Interway do Brasil, em um movimento que trará à nova companhia, batizada de Prime Interway, um faturamento superior a 200 milhões de reais em 2011.

Em evento realizado na Vila Olímpia, em São Paulo, Henrique Castro, presidente da Prime, e Marco Castro, CEO da Interway do Brasil, anunciaram a fusão das atividades das empresas para todos os funcionários das duas companhias. “As conversas para esse movimento se iniciaram há três meses, e se intensificaram nos dois últimos meses”, afirmou Marco Castro. As atividades conjuntas das companhias se iniciam hoje, 11 de novembro de 2011.

Entre os primeiro passos para a fusão das companhias está a integração das ofertas comerciais. “Temos que sentar os dois lados e torna-los um. Traçar toda a estratégia e nos posicionar no mercado”, contou Marco.

Com a aquisição, a Prime Technologies adota o programa de canais da Interway do Brasil, que, segundo Henrique, “é mais maduro e estruturado, estando desde 2001 sendo desenvolvido e aprimorado a favor do relacionamento com o canal”. A Prime Technologies recentemente migrou seu modelo de negócios para a distribuição de valor agregado, e seu programa de canais tem cerca de 18 meses. “É um bom programa, mas o da Interway é complementar a tudo o que esperamos, levando em consideração que agiremos 100% via canais”, afirmou Henrique.

“A Prime Interway vai trabalhar para consolidar os mercados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais e, dentro de alguns anos – conforme o caminho que os negócios tomarem -, há a possibilidade de expansão dos mercados focos”, afirmou o Marco, que agora assume a função de presidente do conselho executivo da recém-criada companhia. Henrique Castro assume o cargo de CEO da Prime Interway. Com a fusão das atividades, a companhia passa a ter 156 funcionários.

Mescla de negócios

De acordo com dados apresentados pelos executivos, havia apenas 1% de intersecção dos negócios com canais das duas companhias, o que facilita a integração dos sistemas de ofertas. “Pescávamos em lagos diferentes. E, agora, vamos continuar fazendo isso, pois deu certo para as duas empresas, mas voltados para o complemento de uma única companhia, cada um em sua área de expertise, a princípio, mas aos poucos vamos integrar tudo”, afirmou o CEO da Prime Interway, Henrique Castro. Com a união, as empresas passam a ter mais de 1000 canais ativos.

O relacionamento entre as empresas se inicia com um acordo operacional, que já possibilita o faturamento em três estados (SP, RJ e MG). ” A Prime tem grande poder de faturamento no Rio de Janeiro, a Interway em Minas. Com a união, seremos capazes de focar o trabalho em São Paulo e fortalecer esse eixo entre os estados”, contou Henrique.

Fabricantes

Os executivos informaram que os fabricantes que compõe o portfólio das companhias viram “com bons olhos” a fusão das atividades. “Eles estão, na verdade, esperando ver o processo funcionar”, brincou Marco Castro, presidente do conselho executivo da Prime Interway. O executivo informou que há três novos fabricantes prestes a ingressar ofertas com a distribuidora, que prometem “serem cases de sucesso no Brasil”.

Fonte: http://crn.itweb.com.br/31095/prime-technologies-adquire-interway-do-brasil/

Anúncio – Partner Sales Outubro/2011

Prime Technologies contrata ACP Comunicação

A Prime Techonologies, empresa distribuidora de produtos de mobilidade para automação, acaba de contratar a ACP Comunicação como sua Assessoria de Imprensa.
Com sede em Alphaville, São Paulo, e 20 anos de atuação, a Prime está presente em todos os estados do Brasil e da América Latina e conta com mais de 400 revendas cadastradas em todo território nacional.
A ACP traz em sua bagagem uma vasta experiência na criação de estratégias de comunicação que será empregada na divulgação interna e externa da marca Prime Technologies, além de estreitar o relacionamento da diretoria da empresa com os meios de comunicação.
O trabalho de divulgação da Prime ficará sob a coordenação de Andrea Pires e o atendimento à imprensa será realizado por Soraya Simón.
A ACP Comunicação, fundada em 1998, é dirigida pela jornalista Andréa Pires, oferece serviços de assessoria de imprensa, relações públicas, entre outras. Nestes mais de 10 anos atendeu clientes como Seguradora Brasileira Rural, MetLife, Hospital Sepaco, Hospital Paulista, Blue Tree Towers, Cel-Lep, UBF Garantias & Seguros, Banco Sudameris, ABIQUIM, Computer Associates, Tecnoset, Módulo Security, entre outros.

CRN Brasil: http://crn.itweb.com.br/voce-informa/prime-technologies-contrata-acp-comunicacao/

Anúncio – Revista Partner Sales edição 38 – Ano 4 – Agosto 2011

A Prime e o Pidion BIP-1300 no Programa Olhar Digital – Rede TV

Globo Natureza G1 – Vídeo com Pidion BIP-6000 no projeto da Amazônia (ACT do Brasil)

Clique no link e veja o vídeo: http://g1.globo.com/videos/natureza/v/globo-natureza-credito-de-carbono/1557349/

A preservação da floresta se tornou um bom negócio para os índios suruis, na divisa dos estados de Rondônia e Mato Grosso. Eles mostram pela internet como conservam suas matas.

NÃO PERCAM! A Prime estará no programa Olhar Digital – Rede TV

Neste domingo às 15:45hs o programa Olhar Digital – Rede TV estará transmitindo a entrevista que foi feita em nosso estande na AUTOCOM 2011 com nosso diretor Henrique Castro.

Não Percam!

Retornar ao início